.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

sábado, 30 de abril de 2011

Estrelinha Hercules



✰29/04/2011


Hercules

Obrigada pela convivência amorosa...
Sabe que sentirei muito sua falta...
Onde estiver leva meu amor!!!!!!
Fique na paz ao lado de seu irmão Apollo...
Beijos de saudades...

Sonia Regina


quarta-feira, 27 de abril de 2011

Deus é Amor...




Espero que você possa aceitar as coisas como elas são;
sem pensar que tudo conspira contra você...
Porque parte de nós é entendimento... mas a outra parte é aprendizado...
Que você possa ter forças para vencer todos os seus medos; e que, no final,
possa alcançar todos os seus objetivos...
Porque parte de nós é cansaço... mas a outra parte é vontade...

Que tudo aquilo que você vê e escuta possa lhe trazer conhecimento;
que essa escola possa ser longa e feliz...
Porque parte de nós é o que vivemos... mas a outra parte é o que esperamos...

Que você possa aprender a perder sem se sentir derrotado; que isso possa
fazer você cada vez mais guerreiro... Porque parte de nós é o que temos...
mas a outra parte é sonho...

Que durante a sua vida você possa construir sentimentos verdadeiros;
Que você possa aceitar que só quem soube da sombra, pode saber da luz...
Porque parte de nós é angústia... mas a outra parte é conforto...

Que você nunca deixe de acreditar; que nunca perca sua fé...
Porque parte de DEUS é amor... e a outra parte também!"

João Paulo II

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Tati e Tommy





23ª Psicografia da Tatiana

Mamãe Rosana, vó Rosa, Lú.

Me disse o vovô Paulo que sou porta-voz dele, da tia Ivete e da tia Silvinha. Não me vejo com gabarito para tal, mas sinto-me honrada em dizer que em nome deles trago as notícias do nosso amor.

Mãe, como água comandada pelo sopro da misericórdia de Deus, você tem feito da máquina a notícia da vida apagando a morte¹.

O computador, dirigido com o cuidado da atenção de cada um, leva e traz notícias de apoio, de consolo, de amizade e conhecimento.

A máquina foi feita para que o homem a dirija, e em toda máquina bem dirigida há notícia de paz, de compreensão, de fé.

Você entende bem o que desejo dizer.

Quanto ao Tommy, ele continua por aqui graças a um pedido meu que foi aceito, pois tenho o cão como uma escora que me ampara nos momentos que penso estar só, porque na verdade ninguém fica só.

Lú, minha irmã, vale a pena sonhar e melhor ainda é vivenciar.

Creio que nos EUA você encontrará mais com você mesma, pois às vezes pensamos em tantos, esquecendo de nós. Estou com você!²

Vó Rosa, se pudesse contar tudo sobre você, creio que alguém diria: é uma heroína, uma santa... Para esta neta você é mais ainda.

Beijos meus, da tia Ivete, da tia Silvinha, do vovô Paulo, e diga ao tio Paulo que toda experiência é uma notícia nova em nossa vida, e que ele seja um vencedor alegrando a todos nós.

Meus beijos no papai Jorge, meu fofo... Sei o quanto ele me ama, e ele sabe o quanto de amor tenho por ele.

Meus abraços na Mari, no Paulinho, Iuri, Ivan, e no pequeno Rodrigo. Devo considerar a todos, agradecida às considerações amigas que recebo de todos eles, junto a compreensão de cada um.

É isso!

Creio que vou olhando a rosa na janela, a nuvem que passa, o sol que clareia, sentindo Deus próximo a mim, e daí..., um beijo no Tommy. E lá vou eu, pois a beleza da vida não pára no pensar, pois precisamos fazer.

Beijos mãe.

Beijos vó.

Abraços Lú.

Tati.

Tatiana Madjarof Bussamra.

MENSAGEM PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM CELSO DE ALMEIDA AFONSO, EM REUNIÃO PÚBLICA, NA NOITE DO DIA 15/04/2011, NO CENTRO ESPÍRITA “AURÉLIO AGOSTINHO”, À AV. LUCAS BORGES, 61 – UBERABA – MG.

Esclarecimentos:

Rosana e Jorge — Pais;
Lú (Luciana) — Irmã;
Vovó Rosa — Avó materna;
Tio Paulo — Tio materno;
Mari — Prima (filha da tia Ivete);
Paulinho — Primo (filho da tia Ivete);
Iuri — Primo (filho do tio Paulo);
Ivan — Neto do tio Paulo;
Rodrigo — Filho caçula do tio Paulo;
Silvinha — Tia, desencarnada em 04/05/1986, aos 19 anos, em acidente automobilístico na Via Anchieta;
Ivete — Tia, desencarnada em 22/06/2005, aos 44 anos, em decorrência de um câncer;
Vovô Paulo — Avô materno, desencarnado em 12/05/1991, aos 57 anos, vítima de infarto;
Tommy — Cãozinho da raça Maltês, com 3 meses de vida, que a Tati ganhou do pai uma semana antes do acidente e que desencarnou com ela;
¹ — A Tati refere-se ao trabalho que venho realizando através da Internet com a divulgação das psicografias que recebemos, e que começou pequeno, mas este trabalho, com a ajuda de muitas pessoas amigas vem crescendo dia após dia, levando consolo para muitas mães que devolveram seus amados filhos ao Plano Espiritual, e também está ajudando muitas outras pessoas que buscam um pouco de entendimento sobre a espiritualidade e conforto após a partida de seus entes queridos;
² — A Lú, nossa Luciana, estará viajando para os EUA, no próximo dia 23/05/2011, e foi muito difícil para que a Lú tomasse esta decisão, pois irá ficar nos EUA durante 1 ano trabalhando como au-pair (babá), e a Tati está dando muita força para a irmã que tanto ama.


Tatiana Madjarof Bussamra
Nasceu em 21/12/1982 em São Paulo – SP
Desencarnou em 04/02/2006 em Capivari de Baixo - SC

domingo, 24 de abril de 2011

Abençoada Páscoa Amigos!!!









Páscoa...

É ser capaz de mudar,
É partilhar a vida na esperança,
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.
É ajudar mais gente a ser gente,
É viver em constante libertação,
É crer na vida que vence a morte.
É dizer sim ao amor e à vida,
É investir na fraternidade,
É lutar por um mundo melhor,
É vivenciar a solidariedade.
É renascimento, é recomeço,
É uma nova chance para melhorarmos
as coisas que não gostamos em nós,
Para sermos mais felizes por conhecermos
a nós mesmos mais um pouquinho.
É vermos que hoje...
somos melhores do que fomos ontem.


Desejo a todos as amigas e amigos uma

Feliz Páscoa, cheia de paz, amor e muita saúde!

Beijinhos com sabor de chocolate!

Rejane Montresor






Abençoada Páscoa!




Feliz Pascoa!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

JESUS CRISTO AMOU-NOS E PURIFICOU-NOS DOS NOSSOS PECADOS PELO SEU SANGUE






Detenhamo-nos a contemplar o nosso Redentor já morto sobre a cruz.


Digamos primeiro ao Seu Divino Pai:

"Pai eterno, olhai para a face do vosso Cristo", vede que é o vosso único Filho, que, para cumprir com o vosso desejo de salvar o homem perdido, veio à terra, tomou a natureza humana e com ela todas as nossas misérias, excepto o pecado. Ele, enfim, fez-Se homem e quis passar toda a Sua vida entre os homens como o mais pobre, o mais desprezado, o mais atribulado de todos, e chegou a morrer, como vedes, depois de os homens lhe haverem rasgado as carnes, ferido a cabeça com os espinhos e atravessado os Seus pés e mãos com os cravos na Cruz.


Santo Afonso Maria de Ligório



quinta-feira, 21 de abril de 2011

Raflynho Saudades...






Saudades
Quatro meses sem meu Raflynho



Meu amado e inesquecível Rafleys, como vai você?
Não sei se no seu novo mundo há contagem de tempo, mas quero lhe dizer que por aqui já se passaram quatro longos meses da nossa despedida, e eu, ainda não aprendi a viver sem você. Quando a gente ama alguém de verdade esse amor não se esquece. O tempo passa, tudo passa, mas no coração esse amor permanece.
Amadinho , preciso lhe dizer mais uma vez que se dependesse de mim, do meu amor, estaríamos juntos até hoje. Sabe meu amorzinho, você foi um empréstimo maravilhoso e gratificante que Deus me concedeu. Mas como a palavra por si já se define, empréstimo significa temporariedade e um dia haverá de ser devolvido. Sua estada em minha vida foi só felicidade. Tenha a certeza de que fiz de tudo para evitar nossa separação: rezei, implorei, tentei negociar, me desesperei, me revoltei, mas de nada adiantou. Chegou o dia e a hora de lhe devolver aos braços de Deus e assim foi feito mas, tá muito duro ficar sem você. Parece que falta um pedaço do tamanho do mundo em mim. Todos os lugares que compartilhamos tornaram-se frios e silenciosos. Toda a rotina dos seus dias me acompanha em longos dias e noites intermináveis.
Meu Raflynho querido, você permanece em mim como sempre foi: tão companheiro, tão amoroso, tão generoso, tão perfeito, tão fiel. As lembranças são muitas e não podem simplesmente serem guardadas na estante do tempo. Elas continuam cada vez mais vivas e atuantes em minha vida. Não consigo definir nem dimensionar a saudade que sinto, só sei e sinto que é uma grande dor que emudece dentro do meu coração.
Meu eterno bebezinho, quero acreditar que você está bem e feliz. Afinal agora, você vive bem juntinho do seu Idealizador e Criador que ama, protege, cuida e ampara seus filhos e criações como só um Pai amoroso e perfeito é capaz de fazê-lo e, se Ele, mesmo após meus pedidos e súplicas quis levá-lo para junto de Si, é porque queria lhe proporcionar uma vida infinitamente melhor, feliz e perfeita do que a que eu, mesmo com o imenso e indescritível amor que nutria por você não era capaz de lhe oferecer.
Por fim, meu filhinho querido, quero muito agradecer a Deus por ter me emprestado você por esses quase 15 anos. Foi uma das mais gratas e felizes companhias que pude ter. Se não houvesse você em minha vida, jamais poderia saber o real significado de sentimentos como ternura, bondade, amor incondicional, desprendimento, lealdade, generosidade e tantos outros, que só seres iluminados por Deus podem emanar. Quero também lhe pedir perdão por tudo que tenha deixado de fazer por você ou para você. Você foi meu companheirinho que estava sempre a minha espera e disposição. Foi meu refúgio, meu regresso, o sonho mais bonito que viveu pra me alegrar. Sei que vou ter de aprender a viver sem sua tão amada e constante presença e espero sinceramente um dia poder falar em você sem tanta agonia e dor. Falar de você não como alguém que morreu, mas simplesmente como alguém que viveu.
Aproveite bastante meu querido a companhia de Deus e de São Francisco, mas onde você estiver, não me esqueça, pois um dia estaremos juntos novamente e teremos grandes emoções nesse reencontro. Você e Tieta já estão brincando juntos e felizes não é? Então dê um grande beijo nela e diga-lhe que também a amei demais e que todos sentimos muito a sua falta, principalmente o vovô Alberto.



Até um dia. Que Deus, São Francisco e a mãe Natureza lhe cubram de bênçãos e proteção e lhe proporcionem uma vida de paz, energia e felicidades. Amo e amarei você para sempre meu peludinho, meu companheiro, meu amigo, meu filhinho, minha vida, meu amor.


Beijos, abraços e afagos no seu enorme coraçãozinho.
Mamãe.

“Você me mostrou o amanhecer de um lindo dia
Me fez feliz, me fez viver
Num mundo cheio de amor e de alegria
E me deixou no anoitecer.” (Roberto Carlos)

Vanda



quarta-feira, 20 de abril de 2011

Samana Santa


SER DIVINO

Seguir todos vós obediente a tua maneira.
Do ser divino, na graça de teu porte...
Que tiras as lágrimas, pressentindo forte,
Sob a mão poderosa, e não derradeira...

Pois a vida no céu é a última e verdadeira!
No entanto, na terra inventaram a morte...
Em tudo há um começo, meio e fim - tudo sorte
Para que tenhamos a eternidade inteira...

Porém, fazeis o bem, que a ti jus remonta...
Não ficais intrigados com o ardor acontecido,
Pois na tua glória, não há quem o desaponta.

Tomai vossa posição para não ser esquecido.
Ao céu Ele foi chamado: Ser de ponta!
O grande cantor deixou a terra, vívido!

(Poeta Dolandmay)

http://poetadolandmay.blogspot.com/

terça-feira, 19 de abril de 2011

Fica Bem!





Anjo que virou estrela...

Nossos amores vivem e nos vêem, nos visitam.

Não estão mortos, apenas retiraram a vestimenta a que nos habituáramos a vê-los. Substituíram as vestes pesadas por outras diáfanas, vaporosas, mas continuam conosco. Por isso, não contribuamos para a sua tristeza ficando tristes. Eles, que nos amaram, continuam a nos amar com a mesma intensidade e nos desejam felizes. Por isso nos visitam nas asas do sonho, enquanto o sono nos recupera as forças físicas. Por isso nos abraçam nos dias festivos. Transmitem-nos a sua ternura, com seus beijos de amor. Sim, eles nos visitam. Eles nos acompanham a trajetória e certamente sofrem por nos ver inconformados e desesperados. Eles estão libertos da carne porque já cumpriram a parte que lhes estava destinada na Terra. Cada qual tem seu tempo, determinado pelas sábias Leis de Deus.


FICA BEM QUE EU FICO TAMBEM.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Tutinho Saudades...

Saudades Tutinho!



Seu olhar meiguinho, seu focinho molhado, seu rabinho agitado; tudo permanece em nossos pensamentos...saudade muita saudade... esperamos que você esteja bem: brincando, correndo, latindo, pulando, encantando...

Você sempre estará em nossos corações.

Eterno Tutinho 20/01/1997+25/04/2010.

SAUDADES

Elizabeth, Gigi e Paulo



domingo, 17 de abril de 2011

Princys, Saudades...

É com muita tristeza que comunico que hoje faz 1 ano que perdi meu bebe veinho O Princys .

Hoje dia 17 de abril de 2011 Que meu bebê, meu companheiro fiel se foi deixando esta dor que não passa. Nunca pensei que ficaria sem ele, porque pra mim ele viveria para sempre ao meu lado.Pode parecer egoísmo é assim que sentia. Dói demais, estou triste a casa ficou triste. Estou desconsolada.

Sinto muito sua falta.

Meu Princys era meu filho. Assim o via e assim sinto sua falta. Estava onde eu estivesse. Ele era minha sombra, meu companheiro. Uma vez tive uma virose e fiquei uns dias de cama. Ele e a Joicy deitaram do meu lado e velaram por mim todos os dias. Não arredavam pé nem para fazer pipi. E nem pra comer. Meu marido tinha que levá-los a força para fazer suas necessidades E o que mais gostavam passear na rua.

Meu bebe era meu filho.

Eu o amava como se ama uma criança e sua perda causou uma dor quase que insuportável.

Eu te amo, Meu bebe veinho!

Nos primeiros dias ele estava em todos os lugares. Onde eu estivesse, sentia a presença dele. Não sei se estava enlouquecendo pela dor, ou se realmente ele estava aqui Todos os dias eu acordo procurando por ele.

Hoje meu bebe veinho está no colo do Senhor amparado por São Francisco me esperando na Ponte do Arco Iris. 1 ano sem você... Parece uma eternidade.

Que Saudades!

Descanse em paz meu bebê veinho. Te amo e nunca te esquecerei. Obrigaduuu.Senhor por me emprestar o meu bebê Princys por 20 anos e 10 meses eu fui muito feliz com ele!


Marly Keller




sábado, 16 de abril de 2011

Semana Santa


A Semana Santa



Sabemos bem que durante a Semana Santa, a Igreja celebra os mistérios da reconciliação, realizados pelo Senhor Jesus nos últimos dias da sua vida, começando por sua entrada mesiânica em Jerusalém. O tempo da Quaresma se prolonga até a Quinta-feira da Semana Santa. A Missa Vespertina da Ceia do Senhor é a grande introdução ao santo Tríduo Pascoal. O Tríduo Pascual tem início na Sexta-feira da Paixão, prossegue com o Sábado de Aleluia, e chega ao ápice na Vigília Pascual terminando com as Vésperas do Domingo da Ressurreição.



Domingo de Ramos



O Domingo de Ramos abre solenemente a Semana Santa, com a lembrança das Palmas e da paixão, da entrada de Jesus em Jerusalém e a liturgia da palavra que evoca a Paixão do Senhor no Evangelho de São Lucas.



A Quinta-feira Santa



A liturgia da Quinta-feira Santa é um convite a aprofundar concretamente no misterio da Paixão de Cristo, já que quem deseja seguí-lo deve sentar-se à sua mesa e, com o máximo recolhimento, ser espectador de tudo o que aconteceu na noite em que iam entregá-lo.



Sexta-feira Santa



A tarde de Sexta-feira Santa apresenta o drama imenso da morte de Cristo no Calvário. A cruz erguida sobre o mundo segue de pé como sinal de salvação e de esperança. Com a Paixão de Jesus segundo o Evangelho de João comtemplamos o mistério do Crucificado, com o coração do discípulo Amado, da Mãe, do soldado que lhe traspassou o lado.



Sábado Santo



O sábado é o segundo dia do Tríduo: no chão junto à ele, durante sete dias e e sete noites com Cristo no sepulcro. "Durante o Sábado santo a Igreja permanece junto ao sepulcro do Senhor, meditando sua paixão e sua morte, sua descida à mansão dos mortos e esperando na oração e no jejum sua ressurreição (Circ 73).



A Vígilia Pascoal



"Segundo uma antiqüíssima tradição, esta é a noite de vigília em honra do Senhor (Ex 12, 42). Os fiéis, tal como recomenda o evangelho (Lc 12, 35-36), devem asemelharse aos criados, que com as lâmpadas acesas nas mãos, esperam o retorno do seu senhor, para que quando este chegue os encontre velando e os convide a sentar à sua mesa" (Missal Romano, pg 275).



Domingo de Páscoa



O Domingo de Páscoa, ou a Vigília Pascal, é o dia em que até mesmo a mais pobre igreja se reveste com seus melhores ornamentos, é o ápice do ano litúrgico. É o aniversário do triunfo de Cristo. É a feliz conclusão do drama da Paixão e a alegria imensa depois da dor. E uma dor e alegria que se fundem pois se referem na história ao acontecimento mais importante da humanidade: a redenção e libertação do pecado da humanidade pelo Filho de Deus.



Feliz Páscoa!!!



Capelinha São Francisco Memorial Pets

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Ode a Um Amigo Pet




Às vezes eles nos chegam de surpresa;

de outras, tentamos nos preparar para eles.

De qualquer modo, a perda de entes queridos,

sejam estes pessoas ou pets,

são momentos muito difíceis que a vida nos reserva.

Escrevi o poema abaixo na intenção de homenagear, especialmente,

a todos aqueles indivíduos (solitários ou não) que experimentaram

o fato em comum de encontrar grandes companheiros em seus felinos domésticos.

E que também tiveram o convívio deles arrebatado de suas vidas,

mas jamais de seus corações. Bem como espero reverenciar,

ainda que singelamente, a memória dos nossos amigos pets.


Depois, as coisas continuaram por si,

imperativas como sempre.


Porém antes você me deu alguns sinais.

Seus esconderijos frequentes,

preveniram-me da partida iminente.


Parece que a eternidade nos quer peregrinos.

Eu sei: logo você vai renascer em outro lugar.

Então coube a mim

tocar a parte ruim

de quem ficou e precisou seguir em frente.


E saiba que, nos minutos finais, captei seu recado derradeiro.

Compreendi que você aprovou a decisão que tomei.

Fiz por você, para estancar sua dor,

mas ciente de estar dilacerando o meu próprio peito.

Seus olhos mostraram-me na despedida

a serenidade que sempre me faltou.


À noite, tenho vagado pela casa...

varando madrugadas insones e desoladas.


A sala ainda abriga um jeito seu de estar.

Especialmente quando dou com a almofada vazia no sofá.

É triste, SIM!... E quão difícil é nesta hora

dizer ao coração para não esmorecer!


Mas tudo bem.

Sei que preciso continuar aprendendo com tudo

o que você legou e a parte que também me levou.

Como agora, em que agradeço por sua dignidade

demonstrada no pior da enfermidade.

Apoiei-me em sua resignação afável. Foi com ela

que tornei a reviver a alegria das brincadeiras e afetos,

das vezes em que bagunçavas a casa "endiabrado"

para depois desmaiares no aconchego do meu colo

e logo dormir feito um anjo cansado.


Novamente obrigado,

meu bom amigo e companheiro

por ter-se abnegado

seguindo-me entre meus passos,

acarinhando meus pés enquanto nossas vidas,

assim enlaçadas, juntas prosseguiam unidas.


Vá em paz.


Ricardo Joris


Eu tive algumas perdas de amigos pets ao longo da minha vida. Ainda hoje eu relembro passagens com cada um deles. Para homenagear a nós (que os perdemos) e a eles (que nos deixaram mas não foram esquecidos) escrevi um poema que gostaria de compartilhar com vocês:




Abraço!



quinta-feira, 14 de abril de 2011

estrelinha Pelucinha



✰ 2011


Pelucinha




Pessoal,

essa é a Pelucinha, ela agora esta na ponte do Arco-Íris e é mais uma

Estrelinha a brilhar no céu bem ao lado de Papai do Céu.

Lulu vc sabe o tanto que te amei e sempre te amarei.

Minha eterna sapequinha.


TE AMO MEU ANJINHO!!!!!!


☆Paula☆






Selinhos..."meu para você"

Selinhos..."meu para você"


E hoje a Nana do Blog Menina Cajuína nos surpreende novamente mandando essa chuva de carinho em forma de selinhos.

É de alegrar o coração!!!!!!

Nana é uma blogueira de coração.

Tem blogs fantásticos e dá conta de todos viu?

Minha ídola hehehehe

Convido vocês meus amigos a conhecerem não só o Blog Menina Cajuína, mas todos os outros que ela nos presenteia.


Kekel


Segue aí a lista:








Presentes do Blog



Segue aí os selinhos...







Obrigada amiga Kekel!


Sempre nos presenteando com o seu enorme carinho!!!


Bjus neste lindo coração iluminado!


Rejane Montresor

Tati e Tommy

3ª Psicografia da Tatiana


Pai, mãe.


Para muitos, é inadmissível que um considerado por eles morto possa mesmo se comunicar com os seus.

Destes, muitos são aqueles crentes nos santos que pela terra passaram uniformizados com o corpo que inicia a fatalidade única e certa que é a morte.

Para muitos continuam os santos.

E nós, outros, criaturas comuns que deixamos o corpo, e por não termos sidos santificados, terminamos através do desfecho de uma vida orgânica que se abala por este ou outro motivo?

De que maneira crer no céu se a ele não pertence os que amamos?

Para que os santos, se não nos protegem mais, pois morto o corpo nos apagamos da vida?


Papai Jorge! Mamãe Rosana!


E o amor com seus notáveis sentimentos distribuídos em benfazejas, luzes que nos acompanham os melhores passos?

Para que amar?

Para que saudade e lágrima se tudo se encerra com a morte física?

Há homens que nem procuram saber porque existem e querem explicar a inexistência de quem perde o corpo.

Não sei a quem possa interessar o que digo, mas vai aí uma opinião que me serve: Amar, mais e mais

O futuro nos espera com aquilo que temos, com aquilo que sabemos.


Paizão! O Thommy está aqui. Não deixamos um ao outro. Sinto pai, e posso imaginar a sua dor.


Não veja você e a mamãe Rosana, qualquer motivo que possa trazer algum pensamento de que poderiam ter evitado o meu envolvimento naquele acidente

Os olhos de Deus nos vigiam em todos os lugares, e se meu momento foi aquele cuidemos de nós sem culpar o Criador, ou a nós mesmos pelo que aconteceu.

Se me foi necessário, o que posso fazer é aceitar de que nada nos acontece pela vontade de Deus para nos fazer piores.

Se a ciência encontra com medicamentos para diminuir ou nos tirar a dor, imaginemos Deus o que pode fazer por nós, embora a medicação Divina nos contraria, pois foge à nossa vontade.

Deus sabe o que faz!

Nosso desejo, nem sempre é o melhor para nos curar a dor.


Vovó Rosa, beijos vó.

A tia Silvinha, a tia Ivete e o vovô Paulo enviam abraços a você.

Não esmoreça vó!

Luciana, minha Lú, você está bem.

Quero confessar a você que eu a amo muito. Esteja certa do que digo.

Beijão vó. Dá um beijão no tio Paulo.

Não esqueça de dizer a Mari que me lembro de todos.

Papai Jorge, entrega meus beijos à vovó Jacy e ao vovô Eduardo. Você me faz feliz neste momento, aliás, você sempre me fez feliz.

Beijão pai. Fica com Deus.

Patrícia, meu abraço e minha gratidão.


Mãe, confia e prossegue com esta loucura de amar a nós e aos animais. Em nome deles, o Thommy agradece.


Meu carinho a todos.


Tati.

Tatiana Madjarof Bussamra.


MENSAGEM PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM CELSO DE ALMEIDA AFONSO, EM REUNIÃO PÚBLICA, NA NOITE DO DIA 10/11/2006, NO CENTRO ESPÍRITA “AURÉLIO AGOSTINHO”, À AV. LUCAS BORGES, 61 – UBERABA – MG.


Esclarecimentos:

Rosana e Jorge — Pais; Lú (Luciana) — Irmã; Vovó Rosa — Avó materna; Tio Paulo — Tio materno; Mari (Mariana) — Prima, filha da tia Ivete; Jacy e Eduardo — Avós paternos; Patrícia — Atual mulher do Jorge; Thommy — Cãozinho da raça Maltês, com 3 meses de vida, que a Tati ganhou do pai uma semana antes do acidente e que desencarnou com ela; Tia Silvinha — Tia materna, desencarnada em 04/05/1986, aos 19 anos, em acidente automobilístico na Via Anchieta; Tia Ivete — Tia materna, desencarnada em 22/06/2005, aos 44 anos, em decorrência de um câncer; Vovô Paulo — Avô materno, desencarnado em 12/05/1991, aos 57 anos, vítima de infarto.



Tatiana Madjarof Bussamra Nasceu em 21/12/1982 em São Paulo – SP Desencarnou em 04/02/2006 em Capivari de Baixo – SC

terça-feira, 12 de abril de 2011

Todas as formas de vida aos olhos de Deus são preciosas.


Todas as formas de vida aos olhos de Deus são preciosas.


A resposta à pergunta é sim, eles reencarnam.


O exemplo mais conhecido que eu posso lhes dar é o do cão, muitas vezes conhecido como o seu fiel companheiro. A alma de um cão evolui a cada tempo de vida de experiência. Enquanto o cão evolui a cada existência, ele normalmente forma uma ligação estreita com um ser humano, frequentemente mais do que uma. Como o cão não pode falar a sua linguagem, ele se comunicará através da energia e das expressões faciais. Por favor, lembrem-se de que eu uso o cão como um exemplo. Vocês frequentemente sentem a energia dos cães. Aquele que for evoluído proporcionará uma energia pacífica quando vocês passarem a sua mão através de sua pele. Pessoas mais velhas frequentemente recebem uma grande cura a um nível energético de um animal. Elas se sentem calmas, tranqüilas na presença de um animal evoluído. Aqueles que estiverem doentes, muitas vezes se curarão mais rapidamente com a presença intermitente de um cão. O cão tem uma natureza muito fiel àqueles a quem ele considera como a sua família. Muitas vezes, o cão tirará energeticamente a energia negativa de seu campo de energia. Naturalmente, se houver muita energia negativa o cão pode e ficará doente, e algumas vezes até morrerá devido à grande quantidade de energia negativa que foi “tirada” de vocês.


Muitos animais trabalham a um nível energético, particularmente o cão e o gato domésticos. Aqueles animais que permanecem em seu estado nativo, os que vocês denominariam animais selvagens, evoluem, entretanto, em um ritmo mais lento.


Sua consciência não é tão desenvolvida, assim o seu foco está na sobrevivência e no cuidado dos seus filhotes. Agora o tema da encarnação. Deixem-me continuar com o exemplo do cão. Quanto mais evoluída for a consciência do animal, mais eles serão capazes de comunicar os seus sentimentos. Com isto, eu quero dizer, naturalmente, dos sentimentos do corpo emocional. Sentimentos de amor, de tristeza, de felicidade, de questionamento: “Por que, por que você está indo embora?”, por exemplo. Também, sentimentos de grande tristeza. Tudo isto o cão é capaz de comunicar a vocês através dos seus olhos físicos e de seu próprio campo de energia intuitiva. Assim quando há uma relação estreita entre um cão e um ser humano, um laço é formado. Isto é semelhante ao que vocês experienciariam com outro humano. Vocês se referem a estes como “almas gêmeas”. Assim vocês podem ter um cão, gato, ou um cavalo como um companheiro de alma também. Lembrem-se, por favor, de que isto somente ocorre em uma relação estreita com um animal de consciência evoluída.


Além disto, assim como os seres humanos decidem antes da encarnação desempenhar uma parte na vida dos outros na próxima encarnação, assim podem os animais com um ser humano.O animal pode não ter a mesma aparência que na vida anterior. A pele pode ser de uma cor diferente, por exemplo. Pode ser um cão de raça diferente.


Entretanto, eles se encontram e o laço entre o cão e o ser humano é fortalecido.mbos estão cientes de um forte sentimento de se “conhecerem”. Isto é ao nível da alma, que é conscientemente sentido como um “conhecimento”. Ambos escolheram isto. Este é um nível superior de consciência para o cão. O cão encarna através da escolha. Neste nível, a jornada da vida é também conhecida antes da encarnação. Situações e circunstâncias da vida colocarão o cão e o ser humano juntos, no momento correto em ambas as vidas. O crescimento e o propósito da alma fluirão, como é pretendido. Qualquer Carma devido é também experienciado e esperamos, curado. Assim, vocês percebem que há experiências semelhantes de crescimento de alma, tanto para o humano, quanto para o cão. Muitas vezes um animal reencarnará na vida de um humano. Vocês podem reconhecer padrões anteriores de comportamento de um cão que pensavam que os tinha deixado (morrido).


Entretanto, o cão se lembra, em todos os planos, assim como os seres humanos se lembram, quando eles fazem a transição. Assim como vocês carregam uma marca da alma, inclusive certos traços de caráter, assim carrega um cão.


Um gato é também capaz disto. Eu lhes digo isto enquanto eu observo esta, Lynette, realizando uma leitura. Eu vejo os animais domésticos vindo para reconhecer a pessoa junto com os seus entes queridos que fizeram a transição. Quando eles morrem, todos eles residem no mesmo plano que vocês vêem. Talvez, este seja um lembrete oportuno de lembrar à humanidade de respeitar todas as formas de vida. Todos desempenham uma parte na evolução da consciência do homem e do planeta. Enquanto vocês se preparam para entrar em um ano de União, de avançar em relação ao outro, eu lhes peço que se lembrem dos muitos reinos que também compartilham o planeta – o reino elemental, o reino vegetal, o mineral e o animal. Eu lhes peço que desenvolvam uma nova consciência para estes. Não se trata só de vocês – do ser humano. Não é não. Agora vocês devem começar a despertar a sua consciência de compartilhar – com todos. Pois isto é parte da grande criação de Deus.


Kuthumi


Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br http://www.luzdegaia.org/kuthumi/lynette/animais_reencarnam.htm

domingo, 10 de abril de 2011

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Saudades...

"Saudade...

Palavra que na alma cala...


Quando a ausência de quem se ama mais alto,


dentro de nós, fala!


É sentimento dolorido,


pois não tem aquele que já não o tenha sofrido...


Pela dor de um amor já findo.


Adeus é despedida sem volta é sentimento profundo doído.


Uma saudades que nunca acaba


Que a gente nunca esquece...


O tempo apenas esmorece.


Mas na alma fica reservado


No coração resguardado...


Num cantinho do ser, escondido!


A vida passa e com ela a dor dilacera


todo o sofrimento contido...


E quem dera a vida sem ela...


Seria tão mais linda! Mais bela!


Se esta palavra fosse de nós abolida!


E com ela o sentimento tão triste,


que nestas letras, se revela...



" Descanse em paz peludinhos amados...

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Joicy e Princys Saudades...

<

MINHAS SAUDOSAS E AMADAS ESTRELINHAS.

Morreram de velhice.

(JOICY COM 20 ANOS E ALGUNS DIAS.

PRINCYS COM 20 ANOS E 10 MESES.)


Joicy morreu primeiro. Muito triste e doloroso meu anjo.


A Joicy morreu primeiro (26 de junho de 2009,as 12 horas e 45 minutos.)

Com 20 anos e 13 dias.

Estava muito debilitada, diabética, coração fraco, cega, escutava pouco e depois que teve AVC paralisou totalmente, não conseguia mais comer e nem mamar eu tinha que dar em uma bisnaga apertando em sua boquinha a papinha e os inúmeros remédios. Isso foi 4 meses antes da despedida.

A Vet que a socorreu me aconselhou fazer a eutanásia devido à velhice o estado em que ela ficou mais não aceitei.

Tirei-a da clinica.


(O Princys morreu dia 17-04-2010 as 2 h e 20 m, com 20 anos e 10 meses...)


Ficou cego após a morte da Joicy e entrou em depressão.


Apos a morte da irmã,nasceram juntos aqui em meu quarto viveram estes 20 anos juntos, brincando e brigando RS...E resistiu só 10 meses a saudades dela.

Dói muito miga relembrar este momento tão doloroso de minha vida, ainda não consigo conter as lágrimas de tanta dor e saudades.

Meu consolo é saber que os animaizinhos também são filhos de Deus e que hoje estão juntos com sua Mamy Xuxa, irmão Krayzer e sua irmãzinha Joicy na ponte do Arco Iris brincando enxergando,correndo e saudáveis.

(Família unida no céu dos animaizinhos )

Choro todos os dias de tanta saudades de minhas estrelinhas amadas de meus bebês veinhos com os chamava e eles adoravam.

Minhas estrelinhas estão tão distantes de meus olhos mais bem dentro do meu coração.


*Marly Keller*


Ryder Saudades...

19/10/2010


Ryder


Meu Anjo Amigo

Você é minha doce canção

Seu carinho me ensina a amar

e sua amizade faz minha vida brilhar!

Obrigada por ser a Estrela que guia os meus passos

mesmo em plena Luz do dia.

Te adoro meu Anjo!

Leve meu beijo em seu coração!

Saudades...


Silvia

Estrelinha Popózinho


✰ 05/04/2011

Popózinho


"Além do arco-íris Pode ser Que alguém

Veja nos olhos

O que eu não posso ver


Além do arco-íris

E leve o tempo que levar

Eu sei que eu encontrarei

A felicidade


Só eu sei Que o amor

Poderá mudar

Tudo o que eu sonhei

Um dia a estrela vai brilhar

E o sonho vai virar realidade


"Além do arco-íris

Pode ser

Que alguém Veja nos olhos

O que eu não posso ver


Além do arco-íris

Só eu sei

Que o amor

Poderá mudar

Tudo o que eu sonhei

Um dia a estrela vai brilhar

E o sonho vai virar realidade

E leve o tempo que levar

Eu sei que eu encontrarei

A felicidade

Além do arco-íris

Um lugar

Que eu guardei segredo

E só eu sei chegar

Um dia a estrela vai brilhar

E o sonho vai virar realidade

E leve o tempo que levar

Eu sei que eu encontrarei


A felicidade A luz do arco-íris

Me fez ver

Que o amor

Dos meus sonhos

Tinha que ser Você!"


Ontem perdemos nosso BB, Popózinho,

estamos muito triste mais agradecemos seu apoio,

suas palavras.

Continuaremos amando nosso BB. que virou uma

Linda Estrelinha para iluminar nosso caminho aki.


Saudades...


Silvia

terça-feira, 5 de abril de 2011

"A Hora da Morte"



Arnoud Dumouch in "A Hora da Morte" começa um dos tópicos assim:

Vamos agora tratar de uma questão muito importante aos olhos das crianças, infelizmente declarada como sem importância por gerações de teólogos, exceto os da grande Escola franciscana (S. Boaventura):
que prevê Deus para os animais?

Não vivem eles na terra conosco, colocados por Deus ao nosso serviço?
O seu papel é múltiplo.
O mais importante parece ser o seu testemunho involuntário, mas real, da riqueza do Criador. Seria falso negar o sofrimento dos animais, mesmo se ele não é “senão” sensível, e se o fato de não terem espírito capaz de refletir sobre o sentido da vida, os dispensa dos sofrimentos espirituais.
Até aos anos 70, a filosofia escolástica ocidental, afirmava que os animais não podiam sobreviver depois da morte, no outro mundo.
“Não têm como nós uma parte deles mesmos capaz de sobreviver na ausência do corpo. Portanto, desaparecem.”

De igual forma, não são chamados por Deus à visão beatífica:
não receberam nenhum desejo dela, uma vez que Deus é Espírito e eles não são feitos senão de carne.
Entretanto, a descoberta da "Near-Death Experiences", modificou consideravelmente os dados. Viu-se que, para além da lógica do filósofo Aristóteles, a morte não destruía o “psiquismo”. A vivência dos moribundos mostrava uma coisa totalmente diferente. Sobreviviam fora do corpo e viam, ouviam…

Que acontece aos animais?

Para responder à pergunta sobre a sua presença no mundo novo, e para ter com certeza a resposta justa, existe um método original mas eficaz. É preciso perguntar a uma criança.
Este método teológico não deve fazer sorrir. É aconselhado pelo próprio Cristo, uma vez que afirma que as crianças que souberam conservar uma alma de criança têm o seu anjo que contempla incessantemente a face do Pai.

É preciso perguntar-lhe o seguinte:

“Se tu estivesses no lugar de Deus e tivesses o poder de deixar os animais vivos ou de os ressuscitar para ornamentar o mundo novo, ao mesmo tempo que seriam incapazes de fazer mal aos outros animais, fá-lo-ias?”

A resposta levanta tão poucas dúvidas que é inútil insistir mais.
Deus fará a mesma coisa, não apenas por nós mas também pelos animais a fim de que possam receber uma compensação e um agradecimento sensível pelos sofrimentos sensíveis que suportaram por nós na terra.

O paraíso deles não será a visão de Deus, mas a nossa presença. Como deveria ter sido no paraíso da terra, serão atraídos pela doçura dos Santos, como eram já pela de São Francisco de Assis ou St. Antônio de Pádua.

Além disso, convém que as criaturas materiais como os animais e as plantas permaneçam, a fim de que nada falte à perfeição do outro mundo. Com efeito, este mundo novo, verá cada coisa atingir a sua finalidade que é Deus, segundo uma hierarquia adaptada ao modo de cada um. A ordem será fundada na caridade.
Em consequência, no mundo novo, nenhum dos elementos essenciais à sua perfeição geral, faltará.

Mas Deus não se contentará com as espécies que viveram na terra, embora numerosas e diversas. Multiplicará à saciedade as maravilhas, ao ponto que cada parcela do universo será…

Mas, mais vale calar-nos e fazer silêncio.
Deus prepara-se.


Achei maravilhoso este post em nosso memorial!
Repasso para vocês!
(uma pena que quem o postou não se identificou, foi um post anônimo)

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Rafleys, Saudades...

Saudades do meu Raflynho

Rafleys meu querido,

Nunca mais vi seu focinho lindo.

Não posso mais lhe acariciar,

lhe dar um beijo ou lhe apertar em meus braços,

porém você está sempre presente em minha vida e,

ainda que o tempo passe, não lhe esquecerei,

porque se gravou a ouro na minha alma a maravilha do seu amor.

A saudade continua implacável e fazendo morada no meu coração.

Fique com Deus e com São Francisco.

Esteja em paz e sempre feliz meu amor.

Um dia, filhinho querido,estaremos juntos novamente.

Afagos, beijos e abraços da mamãe que é apaixonada por você.


Vanda



sábado, 2 de abril de 2011

O Tempo

Era uma vez uma ilha,

onde moravam os seguintes sentimentos:

a alegria, a tristeza, a vaidade, a sabedoria, o amor e outros.

Um dia avisaram para os moradores desta ilha que ela ia ser inundada.

Apavorado, o amor cuidou para que todos os sentimentos se salvassem; ele então falou:

_ Fujam todos, a ilha vai ser inundada.

Todos correram e pegaram seu barquinho, para irem a um morro bem alto.

Só o amor não se apressou, pois queria ficar um pouco mais na ilha.

Quando já estava se afogando, correu para pedir ajuda.

Estava passando a riqueza e ele disse:

- Riqueza, leve-me com você.

Ela respondeu:

- Não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e você não vai caber.

Passou então a vaidade e ele pediu:

- Oh! Vaidade, leve-me com você.

- Não posso você vai sujar o meu barco.

Logo atrás vinha a tristeza.

- Tristeza, posso ir com você?

— Ah! Amor, estou tão triste que prefiro ir sozinha.

Passou a alegria, mas estava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela.

Já desesperado, achando que ia ficar só, o amor começou a chorar.

Então passou um barquinho, onde estava um velhinho.

- Sobe, amor que eu te levo.

O amor ficou tão radiante de felicidade que esqueceu de perguntar o nome do velhinho.

Chegando no morro alto onde estavam os sentimentos, ele perguntou à sabedoria:

- Sabedoria, quem era o velhinho que me trouxe aqui?

Ela respondeu:

- O tempo.

- O tempo?

Mas, por que só o tempo me trouxe aqui?

- Porque só o tempo é capaz de ajudar e entender um grande amor.


Autor: Desconhecido