.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

domingo, 24 de maio de 2009

Cerimônia das Velas

CERIMÔNIA DAS VELAS

Toda segunda-feira pessoas de várias partes do mundo se juntam para acender velas em memória aos animais que cruzaram a ponte ou que precisam de ajuda. Sem qualquer conexão a religião ou credo, é uma forma de nos unirmos em pensamento e vontade. Alguns acendem velas na internet, outros preferem acender em casa, mas todos na certeza da união de pensamentos com o ideal de cura e ajuda.

Aqui, montamos um altar para que coloquem os nomes dos animais , para que todos nossos pensamentos e orações sejam direcionados a eles.

Caso tenha um animal doente ou que já cruzou a ponte do arco-íris e quiser que seja lembrado em nossa cerimônia, vá a links e poste sua oração.


O formato a seguir é uma sugestão nos termos em que é praticado no mundo todo.


Convidamos todos a juntarem-se a nós.




CERIMÔNIA DAS VELAS


Das velas acesas esta noite

Emanam suaves e acolhedoras chamas

Guiando nossos entes amados para a luz.Chamando-os pelos seus nomes

Imaginamos seus espíritos voando

E, por um momento, nossas almas entrelaçadas

.Não para dizer Boa Noite, mas, em um momento iluminado


- Tenha Fé -


NESTE MOMENTO UNIMO-NOS PARA HONRAR E RELEMBRAR NOSSOS ANIMAIS


Esta noite unimos mãos, corações e almas em uma grande família de toda para rezar por nossos animais doentes e prestar homenagem aos bichinhos que cruzaram a Ponte do Arco Iris


Um dia iremos reencontrá-los e, em meio a abraços, lágrimas e beijos, caminharemos juntos em direção à nossa nova e eterna morada. Até a chegada deste dia abençoado, homenageamos estas preciosas almas e lembrando-os ao brilho tremulante e acolhedor das velas, enviamos uma mensagem de amor, luz e de cura, e a fé de acreditar em milagres.


ORAÇÃO:


Deus, criador de todos os seres vivos, ao acendermos as velas pedimos que o poder curador do Amor alcance o coração ferido dos que estão zelando por seus animais doentes. Dê-lhes Força e Paz. Rezamos também para que a Luz afaste as nuvens do luto e da tristeza que pairam sobre os nossos bichinhos na Ponte. Que a alegria e excitação reinem quando rabos agitados e extasiados ronronados sentirem nossos carinhos mais uma vez. Que eles tenham certeza da gratidão que temos em nossos corações por sua lealdade e amor incondicional, pelos quais serão eternamente lembrados. Estamos separados por pouco tempo. O cordão de prata que nos liga através do tempo e do espaço jamais poderá ser quebrado.


AMEM



PRIMEIRA VELA: PONTE DO ARCO IRIS


Coloque os nomes dos bebês que já cruzaram a Ponte e poste com a Oração abaixo:


Eu não olharei para trás, pois lá está o pesar.

Eu não olharei para o presente, pois aqui está a saudade.

Eu olharei para o futuro, pois lá está o NOSSO amanhã.



SEGUNDA VELA: ANIMAIS DOENTES E NECESSITADOS


Coloque o nome dos animais doentes ou necessitados e poste com a Oração abaixo:


Juntos, agradecemos pelos animais que melhoraram em saúde e força. Em um só coração, rezamos pelas mamães, papais e bichinhos que lutam juntos contra a doença e a dor. Lembramos com reverência os animais que partiram e rezamos pelas famílias que deixaram. Todos são lembrados e abraçados por esta grande família formada pelo Amor



TERCEIRA VELA: PELA COMPREENSÃO E PAZ


Coloque o seu nome e poste com a Oração abaixo:


Em honra aos animais sem lar, esquecidos, abandonados e maus tratados. Pelos inúmeros bebês que deram suas vidas para os outros, para pesquisa e como resultado da desumanidade da raça humana. Que os Poderes Superiores possam perdoar a crueldade. Acendemos esta vela para eles. Ao enviarmos nosso Amor, que os anjos nos sorriam, e tenham a certeza que por um breve momento nos unimos como UM SÓ.



ENCERRAMENTO:


Eu lhe enviei a um local onde não existe a dor, não porque não te amo, mas porque te amo demais para forçá-lo a ficar.


MOMENTO DE SILÊNCIO.


"Abençoados os que choram, pois serão consolados.” Amor e Cura para todos.

Amém


Com Carinho...Com o nosso Abraço...

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ"

Capelinha de S. Francisco

Altar Cerimônia das Velas



http://www.gratefulness.org/candles/enter2.cfm?l=por&gi=CSFC

Mensagem vinda do céu!


Mensagem vinda do céu!
Quando um dia eu cheguei
Para em seus braços ficar
Uma missão eu tinha a cumprir.
Pois também, como os humanos,
Só um certo tempo eu tinha
Para cumprir aqui,
Com você, ao seu lado,
Antes de para sempre partir.
Nasci juntamente com outros,
Para você me escolher
E foi exatamente o que aconteceu.
Entre tantos cãezinhos fofinhos
Fui o escolhida rapidinho
Para ganhar seu amor.
Tudo que eu precisava, você me deu
Um lar, um aconchego gostoso,
Comida saborosa, cama macia
Seus carinhos, sua atenção, seu amor.
Eu só te via o tempo todo sorrindo,
Sempre presente, ao meu lado.
Quando me via saracoteando
Fazendo arte, brincando,
Correndo nos quatros canto da casa.
Você ralhava, brigando sem raiva
Tentando esconder um sorriso,
Das minhas atrapalhadas.
E eu com o meu rabinho abanando
Só tentava a todo custo mostrar
Toda a minha felicidade.
Sabe, eu nasci com esta missão
Junto de você eu tinha que ficar.
Nasci para te alegrar, te fazer feliz
Nasci para mostrar que
Eu era diferente de todos,
Entendia o que se passava
Entendia o seu recado
Eu também sabia amar.
E te amei muito como ninguém
Em todos os momentos
Que juntos ficamos
Nas brincadeiras, no banho,
Quando em seu colo eu ficava
Cúmplice, sem latir,
bem quietinha
Só te olhando de mansinho
Esperando o tempo passar.
Lembra quando dormia ao seu lado,
Ou quando latia bem fino
Só pra chamar sua atenção?
Quando brincava, me escondendo
E você me chamava e procurava.
Até me encontrar onde estava?
Eram maneiras que eu tinha
De te mostrar meu amor.
Não chore por minha partida
Hoje também sou um anjo
Que cumpriu sua missão.
Você, minha dona querida
Me deu todo o seu calor humano
Muito amor e compreensão.
E eu só posso te agradecer por isso.
Por ter-me feito imensamente feliz
Durante o pouco tempo de vida
Que ao seu lado eu fiquei.
Como um cãozinho especial eu nasci
Como um cãozinho especial eu vivi
Como um cãozinho especial eu parti
E como um cãozinho muito especial
Permanecerei em sua memória
Mesmo que outros cãezinhos
Possam ainda em sua vida surgir.
Para você,minha dona querida
Com o meu amor entrego esta flor
Agradecendo muito a você
Por todo o pouco tempo
Que junto ficamos.
Entenda que parto feliz
Pois foi o tempo certo,
De que eu tanto precisava.
E pelo amor que você me deu,
Hoje, pude o meu céu encontrar.
Quero que se lembre, que mesmo anjo
Não estarei muito distante, tão longe,
Ainda estou aqui,
Bem mais pertinho de ti.

sábado, 23 de maio de 2009

O Espírito dos Animais

O Espírito dos Animais
“Os animais dividem conosco o privilégio de ter uma alma”.
Pitágoras
Animais têm espírito?
A resposta a essa pergunta é absolutamente afirmativa.
Sim!
Pois se os animais têm uma inteligência que lhes dá uma certa liberdade de ação, há neles um princípio independente da matéria e que sobrevive ao corpo (O Livro dos Espíritos – Allan Kardec).
São eles nossos parentes próximos, apesar da teimosia de quantos persistem em o não reconhecer. Considera-se, às vezes, como afronta ao gênero humano a aceitação dessas verdades. Assim vejamos, resumidamente, a seqüência dos acontecimentos, tendo por base os livros A Origem da Humanidade, de Gunter Haaf, 1979 e A Vida na Terra, de David Attengorough, 1981. Idade da Terra – 4,3 bilhões (Bi!) de anos. Primeiras plantas e animais pluricelulares – 1,7 bilhões (Bi!) de anos. Primeira espécie do gênero humano (Homo Habilis) – 2 milhões (Mi!) de anos.
Por aí vemos que o homem chegou ao planeta depois, muito depois de uma infinidade de formas de vida, vegetais e animais. Chegou assim por dizer na última hora, nos últimos minutos!
Assim quando se ouve que “os animais existem para servir ao homem” – e este é um conceito estabelecido em nossa cultura - isso soa muito esquisito, porque essa colocação não é justa nem verdadeira. Se assim fosse, isto é, se os animais existissem apenas para nos alimentar, nos vestir e nos auxiliar, por que razão teriam vivido, em milhares de espécies, durante milhões de anos, antes de nosso surgimento?
É o caso dos dinossauros, por exemplo, que surgiram e desapareceram sem nos conhecer! Penso que grande parte do chamado carma-coletivo da espécie humana deve-se ao sofrimento que ela vem impondo aos animais, em todos os tempos. Não é chegada a hora de olharmos para eles, senão com ternura, pelo menos misericórdia?
Comece a renovação de seus costumes pelo prato de cada dia. Diminua gradativamente a volúpia de comer a carne dos animais. O cemitério na barriga é um tormento, depois da grande transição.Por que existem os animais?
Penso que basta entender que eles existiram e existem por razões intrínsecas a si próprios, a matéria compartilhando com o princípio inteligente, sua evolução. A verdade é inexorável: nós mesmos é que já existimos neles!
Não há animais de um lado e nós, seres humanos, de outro. Somos todos espíritos na vivência dos infinitos degraus do processo evolutivo, do qual os seres humanos por mais que sua pretensão assim o deseje, não representa um ponto final.
por Irvênia Prada
Fonte: Adaptado de: “A Questão Espiritual dos Animais”, Irvênia Prada, Editora FE.

Os Animais têm Almas?


Os Animais têm Almas?
Existem animais no mundo espiritual?
Os Animais
Grupo Espírita Bezerra de Menezes
Os animais tem alma?
Existem animais no mundo espiritual?Os animais possuem um princípio inteligente, diferente daquele que anima o homem. Mas não pensam, nem possuem o livre arbítrio, apenas instinto. Quando desencarnam, o princípio espiritual que o animou é reaproveitado em outro animal que vai nascer, quase que imediatamente, não existindo, portanto, animais no mundo espiritual, como comumente se lê em obras psicografadas. Espíritos de animais, plantas e outras formas de vida, podem um dia chegar a condição de Espíritos humanos? No caso da resposta ser negativa, não seria uma forma de desigualdade Divina? Também gostaria de saber sobre os objetos materiais. Nunca evoluirão?Tudo se encadeia na natureza e Deus não seria injusto impondo uma condição de inferioridade a determinadas formas espirituais. Os Espíritos superiores ensinam que a Criação se fundamenta em três princípios: Deus, Espírito e Matéria. A matéria é o meio onde o Espírito encontra condições para atingir a perfeição através das muitas encarnações. Todos os seres vivos são constituídos por um princípio espiritual que os animam. Este princípio espiritual um dia será um ser inteligente, dotado de vida moral e destinado a atingir o estado de angelitude. Quanto à matéria propriamente dita, ela também está sujeita ao processo de evolução conforme nos ensina a ciência terrena. Basta ver a situação física do planeta hoje e compará-lo ao que era há milhões de anos atrás. Mas é preciso considerar que o elemento material é apenas o instrumento de progresso do Espírito. Não se pode confundir nenhum desses princípios que são absolutamente distintos.
Nos livros de André Luiz, psicografados por Chico Xavier, como também os livros da médium Ivone A. Pereira "Memórias de um Suicida", falam a respeito de animais que ajudam no plano espiritual. Onde está na Codificação de Allan Kardec o ponto ou resposta que diz não existirem animais no plano espiritual?A resposta à sua pergunta está no Livro dos Médiuns, pergunta 283, sobre Evocações de animais, onde o Espírito de Verdade afirma textualmente que "no mundo dos Espíritos não há Espíritos errantes de animais, mas somente Espíritos humanos". Questionado por Allan Kardec sobre o fato de certas pessoas terem evocado animais e recebido respostas, ele responde: "Evoque um rochedo e ele responderá. Há sempre uma multidão de Espíritos prontos a falar sobre tudo." Ainda encontrará precioso ensinamento sobre o assunto também no Livro dos Médiuns, questão 236, onde Erasto discorre sobre a suposta mediunidade dos animais e nos dá a clareza dos fatos. Busque também no Livro dos Espíritos, questão 600, onde os Espíritos Superiores deixam claro que o princípio que dá vida ao animal é utilizado quase que imediatamente para novas experiências na matéria, não sendo Espírito errante e não se pondo, obviamente, em relação com outras criaturas. Daí se conclui que as obras que divulgaram essas teorias estão em patente contradição com a Doutrina codificada por Allan Kardec.
Se os animais quase não existem do outro lado, se não têm alma e sim um princípio inteligente, se o princípio inteligente é reaproveitado em outro animal, como eles evoluem? Como se individualizam? Não se reconhecem instintos individuais?Jamais se afirmou que o animal não tem alma. Se têm um princípio inteligente tem algo mais que a matéria e isso é a alma ou o Espírito. O Espírito dos animais são reaproveitados geralmente na mesma espécie, pois a natureza não dá saltos. Só depois de muitas encarnações numa mesma espécie o Espírito que anima o animal muda para uma outra espécie. São focos de inteligência já individualizados, embora mantenham-se cativos de um Espírito grupo, caracterizado pela própria espécie no mundo invisível. Os instintos fazem parte da individualidade, portanto os animais são individualidades também. Em cada espécie ele assimila determinadas características do futuro ser pensante. Necessário entender, porém, que o Espírito não precisa passar por todas as espécies existentes, para chegar à condição de ser humano.
Se o sofrimento com certas doenças significa às vezes problemas relacionados com vidas passadas, porque então alguns animais passam pelos mesmos problemas se eles não possuem Espírito?Os animais possuem um princípio inteligente, portanto possuem Espírito, porém, numa fase evolutiva anterior à do homem. Quando ficam doentes, não sofrem no sentido em que normalmente se entende o sofrimento. No homem, o sofrimento funciona como um depurador de suas imperfeições, estimulando seu desenvolvimento moral. O animal não tem vida moral e por isso suas dores são apenas físicas. Claro, todas essas impressões positivas e negativas fazem parte das experiências que se acumulam para edificar o futuro ser pensante. Certamente não se está afirmando que o animal (a espécie física) de hoje será o homem de amanhã. Não. O Espírito que o anima, sim. Viaja nos caminhos da evolução em busca do reino dos seres que pensam.
Se obras psicografadas como as de André Luiz, entram em contradição com as obras de Allan Kardec, por exemplo, quanto à existência ou não de animais no mundo espiritual, que segurança temos da validade dessas obras? Será que toda essa literatura espírita sobre a vida no mundo espiritual (André Luiz, Luís Sérgio e outros) é um logro? Não sabemos mais do que no século XIX?Não afirmou-se que as obras desses autores é logro. Mas existem algumas contradições com os ensinos dos Espíritos superiores. Por isso deve-se estudar e estudar muito. É a única forma de sabermos distinguir a verdade da impostura. A psicografia de Chico Xavier é de grande credibilidade, mas não incontestável, pois ele não é perfeito. Não devemos acreditar cegamente no que os Espíritos dizem sem um exame racional. É isso o que nos ensina Allan Kardec. Isso, no entanto, não invalida sua obra nem de outros médiuns idôneos. A gente só precisa saber o que é certo, para aproveitar o que é útil. Como diz Paulo de Tarso: analisa tudo, retenha o que é bom. Os Espíritos que se aborrecem quando são questionados são de natureza atrasada, segundo o ensinamento do Espírito de Verdade. Se tivermos que rever algum ponto onde se tenha dado uma interpretação errônea das idéias da Codificação o faremos sem o menor constrangimento, desde que seja para o restabelecimento da verdade que emana dos ensinamentos dos Espíritos superiores.
O sacrifício de animais para acabar com o sofrimento de uma doença incurável ou para controle populacional é certo? Como o Espiritismo vê esta questão?O sacrifício de animais é visto com naturalidade pela Doutrina Espírita, tendo em vista a natureza evolutiva do nosso planeta que abriga seres que ainda necessitam sacrificar animais para satisfazer suas necessidades básicas de nutrição, por exemplo. Tendo o sacrifício dos animais um fim útil, não sendo para satisfazer desejos insanos (como, por exemplo, as brigas de galo, os clubes de caça etc.), não pode se configurar em delito. Certamente que o julgamento da necessidade ou não do ato deve ser baseado nas leis vigentes estabelecidas, caso contrário o mundo entraria em colapso por desequilíbrio do ecossistema.
Como podemos considerar a eutanásia nos animais? Sendo atribuído aos animais um princípio espiritual, que após a sua morte são utilizados quase que imediatamente, e não uma alma propriamente dita. Seria permitida então a eutanásia, em animais, em casos terminais? A eutanásia nos animais não pode ser analisada da mesma forma como nos homens. O sacrifício de animais é visto com naturalidade pela Doutrina Espírita, tendo em vista a natureza evolutiva do nosso planeta que abriga seres que ainda necessitam sacrificar animais para satisfazer suas necessidades básicas de nutrição, por exemplo. Tendo o sacrifício dos animais um fim útil, não sendo para satisfazer desejos insanos (como, por exemplo, as brigas de galo, os clubes de caça etc.), não pode se configurar em delito. Certamente que o julgamento da necessidade ou não do ato deve ser baseado nas leis vigentes estabelecidas, caso contrário o mundo entraria em colapso por desequilíbrio do ecossistema. A eutanásia segue o mesmo raciocínio, pois o sacrifício geralmente é para livrar o animal de um grande sofrimento.Quando ficam doentes, os animais não sofrem no sentido em que normalmente se entende o sofrimento. No homem, o sofrimento funciona como um depurador de suas imperfeições, estimulando seu desenvolvimento moral. O animal não tem vida moral e por isso suas dores são apenas físicas. Claro, todas essas impressões positivas e negativas fazem parte das experiências que se acumulam para edificar o futuro ser pensante. Portanto, o sacrifício dos animais em fase terminal de doença não constitui uma infração à lei. Mas se esse ato, trouxer dor e remorso para quem o faz ou o autoriza, melhor não praticar e esperar a morte naturalmente.
Após a morte dos animais a alma irá habitar que plano? A morada dos Espíritos? Eles continuarão a ser os mesmos? A alma dos animais voltará ao todo? Seu dono quando desencarnar poderá vê-lo?A vida dos animais não tem a mesma relevância que a vida dos homens. Eles não têm a compreensão das leis, portanto não estão sujeitos a ela com a mesma intensidade e responsabilidade dos homens. Quando morrem vão para os planos espirituais também, mas não para aprender, como fazem os homens, mas para uma breve parada, digamos assim, aguardando que seu princípio espiritual seja quase que imediatamente aproveitado em outros corpos de animais. O instinto de afeto que desenvolvem com seus donos é explicado pelo amor que recebem deles (dos donos) que faz com que neles se desenvolva um instinto, mas que não é um sentimento desenvolvido como nos homens. Basta ver que quando se separam de seus donos rapidamente esquecem seus "afetos" e se acostumam com outro. Se olharem novamente os antigos donos poderão ser estimulados neurologicamente e lembrar da antiga vida, mas isso nada tem a ver com laços verdadeiros de afeto existente entre os homens. As pessoas que se ligam exageradamente a animais geralmente tem grande dificuldade nas relações interpessoais. Os animais não se encontram na vida espiritual com seus donos, principalmente porque não se demoram por lá. O local onde estão é no plano espiritual mais próximo da Terra, nas colônias transitórias. Nos planos superiores da vida não se vê animais.
Por que se verifica entre os animais domésticos, uma variada diferença de sorte? Uns vivem na opulência e outros vagam pelas ruas em estado de miséria. Há algum tipo de débito reencarnatório?Os animais se encontram numa fase primitiva da evolução. Possuem rudimentos da inteligência, mas não pensam. Como não possuem consciência de si mesmos, não estão sujeitos ao processo expiatório. A situação de abandono em que vivem alguns animais domésticos é reflexo da inferioridade moral das espécie humana. Dentre outras coisas, seria mais justo que o homem cuidasse melhor deles. Se observarmos os animais na natureza, longe dos lugares onde vivem os humanos, veremos que todos são tratados por Deus da mesma forma. Cada um deles vive a experiência orgânica de que necessita naquele estágio, tendo em vista caminharem para um grau mais elevado na hierarquia do Espírito. Recomendamos o estudo das questões 592 e 610 de O Livro dos Espíritos.
Portal do Espírito

O CÂNTICO DO IRMÃO SOL

O CÂNTICO DO IRMÃO SOL
Altíssimo, onipotente, bom Senhor,
Teus são o louvor, a glória, a honra
E toda a benção.
Só a ti, Altíssimo, são devidos;
E homem algum é digno
De te mencionar.
Louvado sejas, meu Senhor,
Com todas as tuas criaturas,
Especialmente o senhor irmão Sol,
Que clareia o dia
E com sua luz nos alumia.
E ele é belo e radiante
Com grande esplendor:
De ti, Altíssimo, é a imagem.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pela irmã Lua e as Estrelas,
Que no céu formaste claras
E preciosas e belas.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelo irmão Vento,
Pelo ar, ou nublado
Ou sereno, e todo o tempo,
Pelo qual às tuas criaturas dás sustento.
Louvado sejas, meu Senhor
Pela irmã Água,
Que é mui útil e humilde
E preciosa e casta.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelo irmão Fogo
Pelo qual iluminas a noite.
E ele é belo e jucundo
E vigoroso e forte.
Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a mãe Terra,
Que nos sustenta e governa,
E produz frutos diversos
E coloridas flores e ervas.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelos que perdoam por teu amor,
E suportam enfermidades e tribulações.
Bem aventurados os que as sustentam em paz,
Que por ti, Altíssimo, serão coroados.
Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a Morte corporal,
Da qual homem algum pode escapar.
Ai dos que morrerem em pecado mortal!
Felizes os que ela achar
Conformes à tua santíssima vontade,
Porque a morte segunda não lhes fará mal!
Louvai e bendizei a meu Senhor,
E dai-lhe graças,
E servi-o com grande humildade.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Quis lhe dizer ...

Se eu morrer antes de você, faça-me um favor.
Chore o quanto quiser, mas não brigue com Deus por Ele haver me levado. Se não quiser chorar, não chore. Se não conseguir chorar, não se preocupe. Se tiver vontade de rir, ria. Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua versão. Se me elogiarem demais, corrija o exagero. Se me criticarem demais, defenda-me. Se me quiserem fazer um santo, só porque morri, mostre que eu tinha um pouco de santo, mas estava longe de ser o santo que me pintam. Se me quiserem fazer um demônio, mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo. Se falarem mais de mim do que de Jesus Cristo, chame a atenção deles. Se sentir saudade e quiser falar comigo, fale com Jesus e eu ouvirei. Espero estar com Ele o suficiente para continuar sendo útil a você, lá onde estiver. E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase : ' Foi meu amigo, acreditou em mim e me quis mais perto de Deus !'
Aí, então derrame uma lágrima. Eu não estarei presente para enxuga-la, mas não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar. E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de minha nova tarefa no céu. Mas, de vez em quando, dê uma espiadinha na direção de Deus. Você não me verá, mas eu ficaria muito feliz vendo você olhar para Ele. E, quando chegar a sua vez de ir para o Pai, aí, sem nenhum véu a separar a gente, vamos viver, em Deus, a amizade que aqui nos preparou para Ele. Você acredita nessas coisas ? Sim??? Então ore para que nós dois vivamos como quem sabe que vai morrer um dia, e que morramos como quem soube viver direito. Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo. Eu não vou estranhar o céu . . . Sabe porque ? Porque ter sido seu amigo já foi um pedaço dele...!!!

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Estrelinha Mozart




†14/02/09
Mozart
Nossa Estrelinha Maior

Nosso primeiro companheiro,
tão pequeno quando chegou
e tão grande em nossos corações.
Levado e amigo.
Amado e mimado.
Nosso Mozinha!
Sabemos que você está em um lindo lugar,
e brinca!
Foram só dez anos.
Poderia ter sido maior o seu tempo conosco.
Seu lugar está reservado em nossas vidas.
Mas nos veremos novamente!
Brilhe, nosso amadinho
Brilhe, estrelinha amada!
Em nossos corações tem você!
Muitas Saudades...
Rejane, Reinaldo, Carolina e Bebee
Te amaremos SEMPRE!!!

sábado, 16 de maio de 2009

Estrelinha Kika



†15/05/09


Kika

Minha Preciosa


sinto tanto sua falta


sei que está bem agora


mas a dor da perda me maltrata,


descanse em paz meu anjo.

Com Saudades...

Mamãe Paty






quinta-feira, 7 de maio de 2009

Oração aos Animais

Meu São Francisco de Assis
Protetor dos animais
Olhai por nós que rogamos
Vossa benção e muita paz.
Olhai os abandonados
Sofrendo agruras nas ruas
E os que puxam carroças
Açoitados nas ancas nuas.
Pelos pobres passarinhos
Que não podem mais voar
Presos em rudes gaiolas
Só porque sabem cantar.
E as cobaias de laboratório
Que sofrem dores atrozes
Em experiências terríveis
Que lhes impõem seus algozes.
Olhai os que são perseguidos
Sem piedade nas florestas
Só por causa da ambição
Dessas caçadas funestas.
Pelos animais de circo
Que não têm mais liberdade
Presos em jaulas minúsculas
À mercê de crueldade.
Olhai os bois de rodeio
E os sangrados nas touradas
Barbárie e crimes impostos
Por pessoas desalmadas.
Pelos que têm de lutar
Até a morte nas rinhas
Quando o homem faz apostas
Em transações tão mesquinhas.
Olhai para os que são mortos
Nos macabros rituais
Em altares religiosos
Que usam sangue de animais.
Meu bondoso protetor
Oro a vós por meus irmãos
Para que sua dor e tristeza
Não sejam sofrimentos vãos
Amém!

sábado, 2 de maio de 2009

CARTA DE UM ANIMAL QUERIDO

À minha família querida,
Eu gostaria de dizer algumas palavras,mas primeiro de tudo,quero que você saiba que estou escrevendo da ponte doArco-íris.
Aqui eu moro com Deus.
Aqui não existe choro nem sofrimento.
Aqui existe somente o amor eterno.
Por favor não fique triste por eu não estar por perto.
Lembre-se que eu estou com você todas as manhãs, tardes e noites.
Naquele dia que eu deixei você quando a minha vida na terra terminou
Deus me pegou no colo, me abraçou e disse, "Seja bem-vindo"
.É bom ter você de volta novamente, todos sentiram sua falta.
E quanto à sua família querida, eles estarão aqui qualquer dia.
"Deus me deu uma lista de coisas que Ele quer que eu faça, e o mais importante da lista é tomar conta de você.
E quando você estiver deitado na cama com as tarefas do dia terminadas, no meio da noite eu e Deus estaremos perto de você.
Quando você se lembrar da minha vida na terra, e de todos aqueles anos adoráveis que passamos juntos, por você ser humano, provavelmente vai chorar.
Mas não tenha vergonha de chorar é bom e alivia a dor.
Lembre-se de que não existiriam flores se não existisse a chuva.
Eu gostaria de lhe dizer tudo o que Deus planejou, mas se eu dissesse, você não entenderia.
Mas de uma coisa eu tenho certeza:
Embora minha vida na terra tenha terminado, eu estou mais perto de você do que já estive.
Existem pedras no seu caminho e muitas montanhas para escalar mas juntos, nós podemos fazer isto um pouquinho cada dia.
Sempre foi a minha filosofia, e eu gostaria que fosse a sua também: O que você dá ao mundo,o mundo lhe dá de volta.
E agora eu estou feliz, pois a minha vida valeu a pena.
Sabendo que quando passei na terra eu fiz alguém sorrir.
Quando você estiver andando na rua pensando em mim, eu estarei acompanhando-o apenas um passo atrás.
E quando chegar a hora de você ir deixar este corpo para se sentir livre. lembre-se que você não está indo,você está vindo para mim.
(Autor Desconhecido)