.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

sábado, 30 de junho de 2012

Estrelinha Leãozinho




✰ 29/06/2012

Leãozinho

Hoje está sendo um dia muito difícil para eu, fiquei sabendo que meu melhor amigo partiu, 
é inesplicável a dor que eu estou sentindo nesse momento, 
por saber que um membro da minha família se foi, porque era assim, 
que o considerava.
Meu cachorrinho se chamava Leão, esse foi o nome que meu avô deu a ele, e de fato ele era um leãozinho mesmo, nervozinho, mas com seus donos era o cachorro mais doce do mundo, principalmente com meus avós, acerca de 1 ano ele estava passando por um problema de saúde, ele deu uma feridinha no corpo, coitadinho, teve até que fazer uma cirurgia, foi um custo para ele melhorar pois ele era um cachorrinho muito inquieto, ele não aguentava ficar parado, acho que ele era um cachorro imperativo, pois bem, ele conseguiu abrir todos os pontos que lhe foram feitos, levei-o para o veterinário e ele disse que teria que ter paciência e cuidados especiais para poder cicatrizar, foi uma luta até que o danadinho ficou bom.
Quando ele melhorou ficou mais sapeca ainda, sabe aquele cachorro que é curioso, quer saber de tudo, quer ver tudo, ele era assim, era um bichinho muito mais muito esperto, meus avós falavam que nunca tinha visto um cachorro daquele jeito, ele parecia até gente , o olhinnho dele nos seguia para onde fossemos, adorava comer, ele parecia um ratinho pois amava comer queijo, era lindo meu cachorrinho, até que uns 5 meses após sua cirurgia ele voltou a dar novas feridas pelo corpo ainda mais grave, fizemos de tudo para poder ver se ele melhorasse, porém as feridas foram abrindo em outros lugares e o estado dele só piorava, mas o mais impressionante era que ele não perdia aquela alegria de viver, sempre brincalhão principalmente na hora de comer, ele pulava de um lado para outro. 
O veterinário dele disse que a doença dele não tinha cura e era perigoso para aqueles que ficasse em sua volta, foi muito dolorido tomar uma decisão, até que não tinha mas jeito se não sacrificá-lo, foi muito triste ver o pessoal do zoonose levá-lo, queria morrer também, não cheguei a ver a partida dele, pois não iria suportar ver meu leãozinho indo embora para sempre.
Choro ao ver as coizinhas dele, a casinha onde ele dormia, o colchão onde ele deitava, ele adora dormir nele, as vasilhas que ele se alimentava, parece que tudo aquilo tem um pouquinho dele, o que ficou foram lembraças ótimas e uma eterna saudade que nunca irá passar.

Cristiane Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna!

Nosso pedacinho do céu...