.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Raflynho Saudades...


Sete meses sem meu Raflynho

Querido Rafleys, o tempo passa, a vida continua e a distância nos separa rompendo meu coração. Há sete meses, com a sua partida, meus dias nunca mais foram os mesmos e a minha alegria é mais triste a cada dia.
Às vezes penso que estou sonhando ao relembrar imagens que vão se perdendo com o tempo. Chego por vezes a ver você se aproximando, saltando no meu colo me fazendo festa. Às vezes penso em você sem querer, chego até mesmo a sentir seu corpinho, seu pelo macio em minhas mãos e ouço você latir pedindo minha atenção. Sinto um desejo incontrolável de voltar ao passado e começar tudo outra vez para continuar as coisas que a gente não fez e lhe amar ainda mais, muito mais que lhe amei.
Meu filhinho querido sinto tantas saudades de nossas conversas quando você ficava sentadinho ou deitadinho olhando para mim, enquanto conversávamos e você participava ativamente da conversa, fosse movendo os olhos, abanando a cauda ou, até mesmo, respondendo com latidos. Fico olhando sua foto na escrivaninha e, ao invés de falar, meus pensamentos voam pra muito longe de onde estou na tentativa de lhe alcançar. Sinto neste momento que meu silêncio diz muito mais que todas as palavras que eu possa falar. As imagens se confundem, tento fugir do passado, do meu mundo triste e solitário, mas as recordações continuam a surgir como num filme: sua chegada em minha vida, seu crescimento e desenvolvimento, nosso companheirismo, nossas farras e alegrias, sua partida... Uma ou muitas lágrimas começam a rolar no meu rosto e sinto-me irremediavelmente triste e só.
Meu amado peludinho, Deus, que fez o mundo aparecer, fez também coisas de mais pra se aprender e acho que não estou sendo boa aluna, pois, por mais que me esforce, não consigo entender sua partida. Não me preparei para isso, só sei que uma saudade enorme come, deita e dorme no meu coração. É tão triste ter consciência de que para você não haverá mais outonos ou primaveras, feriados, manhãs de domingo ou noite estreladas. Tenha a certeza de que para mim, passe o tempo que passar esses eventos nunca mais terão o mesmo significado que tinham quando estávamos juntos.
Meu belo “rapazinho”, brigo todo dia com a saudade, tento aceitar a realidade, tento enganar meu coração. Disfarço, mas não consigo e não quero lhe esquecer. Com você conheci a grandeza do amor puro, simples, incondicional. Enxerguei um sol com mais luz e cor. Em você encontrei tudo e muito mais do que sempre quis ter. Tristeza e dor não resistiam por muito tempo e sei que você me ofereceu tudo de mais puro e lindo que tinha em você.
Meu eterno bebezinho, amor de minha vida, meu amor continuará, não importa quanto tempo passe e nem quanta distância física exista entre nós, pois amizade sincera assim como o amor, não se questiona. Vive-se. Dela e para ela. Você foi o responsável por meu rosto iluminado, pela vontade de viver e de ver o que viria no dia seguinte por quase quinze anos, mas o “destino” quis nos separar. Bendita seja essa amizade, esse amor, essa convivência, prova de que Deus se faz conhecer através de seres que alcançam nosso coração. Voa meu querido, se refresque na chuva que cai sobre a sua cabecinha, se aqueça nos raios do sol, se ilumine na luz das estrelas.
Meu lindo anjinho que voa no espaço, aqui na terra lhe vejo passar. Meus pensamentos sempre lhe encontram voando perto de Deus, de São Francisco, de outros anjos como você. Quando olho para o alto e vejo nuvens branquinhas como você passarem, sei que você está seguindo-as de asas bem abertas e lhe desejo do fundo do meu coração força e coragem, que você siga no rumo da paz rápido como um raio, repentino como um trovão, veloz como uma águia dourada na imensidão.
Raflynho querido trago-o comigo no meu coração. Você estará sempre junto de mim de várias formas. Você fará para sempre parte da minha vida. Não quero nem posso lhe perder. Em meu coração, filhinho querido, você não morreu.
É um tesouro que guardarei e recordarei para sempre. Quero você como sempre lhe quis. Há coisas que o tempo não desfaz e qualquer dia, qualquer hora a gente vai se encontrar e então mataremos as saudades que por hora faz morada em nossos corações. Guarde na lembrança que lhe amei, lhe amo e lhe amarei sempre.
Meu filhinho querido, meu bebê, meu amigo, meu companheiro, meu amado, minha vida, meu amor, que Deus, São Francisco e a Mãe Natureza lhe abençoem, lhe guardem e lhe amparem na sua viagem. Espero, acima de tudo, que você esteja muito, muito feliz.
Beijos, afagos e carinhos no seu enorme coraçãozinho.
Sua mãe que é irremediavelmente apaixonada por você.


Vanda



2 comentários:

  1. Querida amiga Vanda,
    Minha companheirinha Chubiska também se foi já há 9 meses, sei como se sente, pois após ler sua homenagem vi que é igualzinho o que sinto pela minha siamesa que se foi aos 12 anos. Vamos tentar cotinuar nossas vidas, pois em breve nos reencontraremos com essas nossas preciosidades que foram morar com Deus.
    Grande beijo no coração,
    Keli

    ResponderExcluir
  2. Olá Vanda
    Meu filho Max passou pela ponte do arco-iris a quase 3 meses ele se foi muito jovem com apensa 1ano e meio e tinhamos muito a viver juntos mais Deus tinha um proposito a ele não ver ele sofrendo mais pois ele tinha uma doença gentica em tomava muita medicação.
    Lendo sua homenagem sinti exatamete o mesmo, o quanta falta me faz meu gordinho.
    Mais um dia vamos reencontrar nossos amados, e quando eles nos visitar em sonho é tentar matar um pouco da saudade.
    Fique bem abraço
    Ana do Max

    ResponderExcluir

Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna!

Nosso pedacinho do céu...