.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

terça-feira, 9 de julho de 2013

Estrelinha Bob


Bob

Tributo a BOB
(12/2000 - ★ 11/03/2013)

Falar o que quando se perde um grande amor?
Falar da nossa saudade? Da nossa solidão? Do nosso desalento?...
Tudo que falarmos nessa hora não pode expressar o nosso pesar...o peso de uma perda irreparável...
Quando almas afins se encontram, a volta devia ser conjunta, pois a dor de quem fica é paralisante, é devastadora...
Quando perdemos um amigo dessa magnitude, ainda que fiquemos, muito de nós o acompanha, sem volta...
O vazio deixado, é como o de um abismo na escuridão de nossa alma em frangalhos, esfacelada, fragmentada, destruída pela tristeza da separação impiedosa.
Como nada pode ser feito, só deixo minha gratidão a essa criatura amada e que foi de suma importância na minha vida, quando me ensinou o que é amar incondicionalmente. A ser mais compassiva, indulgente, compreensiva...mesmo na fugacidade de sua existência.
Que nada pediu da vida, a não ser alguns goles de água, um pouco de alimento para a sua sobrevivência, e a felicidade de me ofertar o seu amor, a sua fidelidade, a sua proteção, ainda que
isso lhe custasse a vida breve!
Mas hoje, livre dos muros que a vida nos impõe, pode voltar para Francisco...correr atrás das borboletas azuis, das falenas com asas de opala, dos vagalumes nas noites de lua sob o olhar compassivo de Jorge; e atrás dele, cavalgar entre as estrelas, as nebulosas... do firmamento sem fim.
Vai BOB, vai ser livre como os cães de rua! Longe da minha presença, mas sempre perto do meu amor, que nunca morrerá; e você sempre será meu único e inesquecível amor...E um dia, quem sabe, nos encontraremos n'alguma estrela, para que me ensine a ser um ser mais humano e menos animal!
Até um dia...meu anjo amado…

em 11/03/2013

Consuelo Moura


Um comentário:

  1. Mensagem de São Francisco de Assis

    Sei que lágrimas de saudades vertem agora dos teus olhos, dia em que teu animal se foi, e se afastou de ti e se aproximou de Deus. Todavia, dou-te uma nota feliz neste dia tão triste:

    Jamais Deus teria sido injusto com os animais! Por isso, não importa quem está nascendo ou morrendo, há sempre alguém chamando por ti; então VIVA!

    Agora mesmo, neste exato instante em que choras, teu anjo amado segue e evolui... Brilha na imensidão do espaço e volta, manso e feliz ao aconchego das almas!
    Com tua mania racional, teimas em duvidar, mas nada importa, senão continuar a VIVER!
    As hostes dos Anjos e Francisco cuidam das luzes em pêlos e preparam suas patas para uma nova vida.
    Enxuga teu rosto e acredita! Fizeste a parte que te cabe no mundo...Um sonho jamais termina num último miado, nem se pode calar os latidos de um dia.
    Então podemos crer novamente...VIVA!
    É que o Criador adora suas crias!
    E deixa que elas permaneçam sempre vivas na memória dos que ficam...
    Elas cumpriram com o seu Divino mandato: AMAR-TE !

    ResponderExcluir

Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna!

Nosso pedacinho do céu...