.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Nalla Saudades...


Hoje (21/09/2011) faz um mês que a minha companheira Nalla partiu e, para homenageá-la, vou postar a poesia que fiz logo após a sua partida:

"Eu quero fazer uma homenagem
A uma amiga de verdade.
Que só me deu alegrias
Mas hoje me deixa saudade.

Ela era grande e cinzenta
Orelhuda e gulosa.
Tinha lindos olhos verdes
Vivia limpa e cheirosa.

Foi uma grande companheira
Leal, amorosa, presente.
E tê-la ao meu lado
Me deixava muito contente.

Sempre que eu estava triste
Ela tentava me consolar.
Abanando o rabinho
Me fazendo parar de chorar.

Quando eu chegava em casa
Ela levantava rapidinho.
Pronta para me receber
E me encher de carinho.

Mas o tempo foi passando
Ela foi envelhecendo.
E os problemas de saúde
Logo foram aparecendo.

As patinhas sempre fortes
Começaram a enfraquecer.
E a visão sempre tão boa
“Teimou” em escurecer.

Ela começou a sofrer
E a respirar com dificuldade.
O coração enfraqueceu
Tudo por conta da idade.

Então os “anjinhos de quatro patas”
Tiveram piedade e vieram lhe buscar.
Acabando com o seu sofrimento
Levando-a para descansar.

Eu agradeço a Deus
Por ter abençoado a minha vida.
Colocando no meu caminho
Uma cadela tão querida.

Agradeço também
Por ter tido condição.
De lhe dar uma vida digna
Repleta de amor e atenção.

Água fresca para beber
Ração e um bom teto.
Remédio para curar a dor
Brincadeiras e muito afeto.

Nallinha, muito obrigada
Pelos treze anos repletos de amor!
E fico feliz em saber
Que hoje você não sente mais dor.

Nalla era o seu nome
Mas eu a chamava de Nina.
Quero dizer agora:
Fique bem, minha menina !"

Cinthia – 23/08/2011
(*A Nalla viveu felizes treze anos e partiu no dia 21/08/2011*)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna!

Nosso pedacinho do céu...