.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! Abraços fraternos!

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS!  Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

ღ NO MOMENTO AS HOMENAGENS ESTÂO SUSPENSAS! ABRAÇOS FRATERNOS!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

A Estrela Verde




“A estrela verde.”

Era uma vez...
Milhões e milhões de estrelas no céu. Havia estrelas de todas as cores: brancas, lilases, prateadas, vermelhas, douradas, azuis.
Um dia, elas procuraram o senhor Deus, Todo poderoso, o senhor Deus do universo e lhe disseram:
“Senhor, nós gostaríamos muito de , daqui pra frente, viver na terra entre os homens!”
“Assim será feito, respondeu o senhor Deus. Conservarei todas vocês pequeninas como são vistas, e desse modo, podem descer à terra.”
Conta-se que, naquela noite, houve uma linda chuva de estrelas. Algumas se aninharam nas torres das igrejas; outras foram brincar e correr com os vaga-lumes, nos campos, outras misturaram-se aos brinquedos das crianças e a terra ficou maravilhosamente iluminada.
Porém, passado algum tempo, as estrelas resolveram abandonar os homens e voltar para o céu, deixando a terra escura e triste.
“Por que voltaram?” perguntou o senhor Deus, à medida que elas chegavam no céu.
“Senhor, não foi possível permanecer na terra. Lá existe muita miséria, muita desgraça, muita fome, muita violência, muita guerra, muita maldade e muita doença.”
E o senhor lhes disse:
-“Claro, o lugar real de vocês é aqui no céu. A terra é lugar do transitório, daquilo que passa, do ruim, daquele que cai, daquele que erra, daquele que morre e onde nada é perfeito.”
Aqui no céu é o lugar da perfeição, o lugar onde tudo é imutável, onde tudo é eterno, onde nada perece.
Depois de chegarem todas as estrelas e tendo conferido seu número, o senhor Deus falou de novo:
-Mas está faltando uma estrela; perdeu-se pelo caminho?
Um anjo que estava perto retrucou:
“Não, senhor; uma estrela, de todas, resolveu ficar entre os homens; ela descobriu que seu lugar é exatamente onde existe a imperfeição, onde há limites, onde as coisas não vão bem.”
“Mas que estrela é essa, voltou Deus a perguntar?”
“Por coincidência, senhor, era a única estrela dessa cor.”
“E qual era a cor dessa estrela, insistiu Deus...”
E o anjo disse:
“A estrela é verde, senhor.”

“ A estrela verde do sentimento da esperança...”
E, quando então olharam para a terra, a estrela já não estava só.
A terra estava novamente iluminada porque havia uma estrela verde no coração de cada ser humano porque o único sentimento que o homem tem e que Deus não tem é a esperança...
Deus já conhece o futuro e a esperança é própria da natureza humana; própria daquele que sofre, daquele que chora, daquele que não é perfeito, daquele que tem sempre dentro de si o sentimento da saudade e da insegurança que propicia o desejo continuo nessa caminhada do existir; de viver e de mais e mais amar...

Cada amigo animal que se vai deixa uma Estrela Verde que vive em nossos corações com uma Esperança Eterna do reecontro...
Até um dia Estrelinha...

Autor desconhecido
(adaptação Capelinha S. Francisco Memorial Pets)









Um comentário:

  1. Oi.
    Passei só para deixar um carinho!
    Lindo Post.
    Beijos no coração..
    Juju


    http://bugigangasdaju.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna!

Nosso pedacinho do céu...