.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.ღ Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna! ღ

.

.

ღ As homenagens serão publicadas conforme minha disponibilidade. Abraços fraternos!

ღ As homenagens serão publicadas conforme minha disponibilidade. Abraços fraternos!
As homenagens são publicadas conforme a disponibilidade de tempo. Se ela chegar sem foto e mensagem não poderei publicar. As homenagens são publicadas conforme a ordem de chegada no e-mail.

.

.

domingo, 26 de abril de 2015

Estrelinha Giggy do Amaral e Silva


01 de fevereiro de 1999
26 de abril de 2015


Giggy

Não me deem pêsames; Não compartilhem minha dor; Não me mandem palavras de consolo.
Pois neste momento não tenho dor alguma e não sou merecedor de pêsames. Pois em meu velho corpo não existe espaço para dor, nem mesmo para qualquer sentimento que não seja de agradecimento.
Não desejo receber consolo pois não se pode consolar o vazio que se constrói ao longo de 16 anos de amor, companheirismo, compartilhamento e aprendizado.
Tomei banho, e ao abrir o armário encontrei “Lavande pour Anges” – Lavanda para Anjos - a Lavanda que minha menina usava quando vinha do banho, e me fartei com ela, pois com o odor da mediocridade humana, com o cheiro dos homens eu nunca seria digno de escrever sobre um anjo.

Depois de 16 anos me dando ensinamentos, me tornando um animal melhor, lapidando o entendimento sobre a vida diante do Deus verdadeiro, minha menina encerrou seu ciclo como minha mestre e foi expandir sua luz ao céu.
Foram nos últimos sete dias um transtorno de completa desilusão, foram dias em que encontrei o apoio do verdadeiros amigos. Aqueles que se ofendem ao chamar seu filhos caninos de “animal de estimação” pois animal de Estimação são os seres humanos corruptos e marginais que abitam nossa sociedade vivendo sobre a estimação da impunidade.
Não vou tentar descrever o que vivi com meus três quilos de infinita sabedoria, que e ensinou que menos é mais, que morder não serve para machucar e que se machuca outra pessoa com palavras e não com mordidas, que uma lambida vale mais que milhões de cheques, que um beijo declara o amor e silencia a desavença, que os amigos não escolhem hora ou datas para declarar seu amor, que um olhar profundo abre as portas da alma e acalanta os transtornos de uma sociedade consumista e medíocre.
Vou apenas enfatizar em poucas palavras que sexta minha companheira humana me ligou e sábado voei de São Paulo para Curitiba pegamos nosso anjo que estava muito mal e trouxemos da clínica para Florianópolis, ela tinha uma dezena de remédios para tomar, de Gardenal a Complexas drogas contra a dor. Ela não comia, não bebia simplesmente era alvo de canos e injeções. Ao entrarmos em casa, e eram quase 22:00 horas, demos remédios, água por seringa, alimentos que ela nunca comeria e como homem chorei aos prantos e orei a Deus que ele tivesse misericórdia de minha menina. Que ele escutasse minha suplica pois eu não merecia nada, nem mesmo o sacrifício de sue filho unigênito na cruz. Mas implorava para quem só me deu, sem pedir nada em troca, não sofresse indevidamente.
Não por mérito, nestes momentos ela novamente me ensinou, não conseguia controlar sua urina nem seus intestinos e por três vezes consecutivas limpei seu corpinho de fezes e de urina. E nunca me senti tão útil, nunca me senti tão dotado de amor e compreensão. E a muitos anos eu não me sentia Cristão.
Patrícia a pegou no colo e passou pela casa falando de cada cômodo, de cada local que ela amava brincar, de sua cadeira na mesa, de seus esconderijos, de sua brincadeira de esconder, do lixo que era alvo de seus ataques de chamar atenção. Como se estivesse apresentado seu lar, lar em que ela viveu por 16 anos para que ela pela ultima vez soubesse que nada material representava algum valor diante de seu amor por nosso anjo.
A colocamos na cama, e segundos depois ela latiu pela ultima vez, chamou Patrícia e fomos os dois com ela para a cozinha pensado o que deveríamos lhe dar. Ela encostou sua diminuta cabeça sobre o colo de sua mãe, respirou fundo e estava entre nos dois protegida e amada como viveu e simplesmente partiu.
Em sua casa, no meio das pessoas que a amava, em silencio sem chamar atenção como viveu esta Dama das Qualidades.

Partiu como os passarinhos, “passarinhando”.

E agora existe mais um anjo no céu, mas não tenho dores maiores, pois meu tempo longe dela será pequeno e em breve vou estar com ela e os meus para o sempre.
Por ontem obrigado senhor meu Deus.
Esqueci pois tenho certeza que ela deixou uma lambida enorme para nossa amada Sueli nossa amiga e companheira de casa a quase trinta anos.
Amém.

Flavio Oliveira





Um comentário:

  1. Mensagem de São Francisco de Assis

    Sei que lágrimas de dor vertem agora dos teus olhos, dia em que teu animal se foi, e se afastou de ti e se aproximou de Deus. Todavia, dou-te uma nota feliz neste dia tão triste:

    Jamais Deus teria sido injusto com os animais! Por isso, não importa quem está nascendo ou morrendo, há sempre alguém chamando por ti; então VIVA!

    Agora mesmo, neste exato instante em que choras, teu anjo amado segue e evolui... Brilha na imensidão do espaço e volta, manso e feliz ao aconchego das almas!
    Com tua mania racional, teimas em duvidar, mas nada importa, senão continuar a VIVER!
    As hostes dos Anjos e Francisco cuidam das luzes em pêlos e preparam suas patas para uma nova vida.
    Enxuga teu rosto e acredita! Fizeste a parte que te cabe no mundo...Um sonho jamais termina num último miado, nem se pode calar os latidos de um dia.
    Então podemos crer novamente...VIVA!
    É que o Criador adora suas crias!
    E deixa que elas permaneçam sempre vivas na memória dos que ficam...
    Elas cumpriram com o seu Divino mandato:
    AMAR-TE !

    ResponderExcluir

Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida...saudade eterna!

Nosso pedacinho do céu...